terça-feira, agosto 02, 2005

Dos Açores assim te vi Benfica...

O mês de Julho foi para mim o meu mês de defeso. Sempre foi e enquanto puder e as aulas da minha filha permitirem será assim.
Por esse facto e não por uma qualquer contratação falhada, um qualquer contrato rasgado, uma qualquer campanha promocional a correr no seu ritmo, me fariam desaparecer qual Sebastião entre o nevoeiro de fogos que assolaram o nosso país.
Agora que o regresso, infeliz se concretizou, chegou a hora de efectuar uma análise fria, bronzeada de todo este mês de Julho.

Miguel
Muito se falou, se escreveu, se especulou, se legislou sobre mais um caso de um jogador descontente com a sua vida.
Vejamos o caso de duas formas, o profissional e o emocional.
Comecemos pelo emocional. Miguel foi dos jogadores que mais gozo me deu ver jogar nos estádios portugueses e internacionais com a camisola do Benfica e da selecção nacional (quem não se lembra do Euro?!).
Sempre admirei a força, a velocidade, a garra e espontaneidade que Miguel nos mostrava nos 90 minutos em campo, sempre adorei aquele finta em que em corrida, coloca uma das pernas por detrás da outra, para dar um toque de calcanhar e fintar o seu adversário. É um dos campeões, um dos tais heróis que Vieira gosta de apelidar os actuais campeões nacionais. Tenho pena, que Miguel tenha chegado ao que chegou, e mais triste fico porque não lhe auguro bom futuro.
Em termos profissionais, diga-se o que se quiser, Miguel é jogador do Benfica. E se dúvidas existissem, depois das contradições do seu advogado e representante (será mesmo?), que começaram por dizer que estava anulado, passando à rescisão por questões de período experimental (uma perfeita idiotice), chegamos ao único ponto de todo este processo, Miguel queria sair a qualquer preço do Benfica e “inventou” para forçar o Benfica a deixá-lo sair. Será justo? Será ético? Será correcto? Eu acho que não, clubite à parte.
Pergunto eu, se um de nós quando terminamos um qualquer contrato a termo, na altura em que renovamos com a nossa entidade profissional esse contrato, estaríamos a ser honestos ao alegar período experimental quando já lá andávamos há bastante tempo, refira-se cinco anos?
Nota final: As “bocas” de um lado e de outro não terão sido as melhores, mas as circunstâncias também não. Fico triste de ver Miguel de copo de Whisky na mão, no Algarve, a agredir outros profissionais, aqueles que não rescindiram com os seus patrões com “suposta” justa causa.

Tomasson
Teria sido uma das melhores contratações que o Benfica faria nos últimos anos, seria uma excelente aquisição para o Benfica e para o próprio futebol português.
Não considero um “flop”, uma banhada, apenas a constatação de que em Portugal e no Benfica o dinheiro não abunda, e continuamos sem ter capacidade para competir com os grandes da Europa.
Trap não é traidor, Trap é o actual campeão nacional português. Está na galeria dos treinadores campeões. Ponto final.

Benfica de pré-época e do futuro
Assisti a quase todos os jogos que o Benfica efectuou durante esta pré-época, e exceptuando os tradicionais jogos com os célebres amadores que os três grandes tanto gostam de “esmagar”, apreciei com grado a forma como a equipa jogou com o Chelsea, uma equipa de outra galáxia. Julgo que Koeman incutiu um estilo de jogo mais solto, mais dinâmico, mais de passe curto. Acredito que as dores de cabeça do holandês no meio-campo não sejam fáceis (ainda bem!), muito por culpa de um senhor chamado Beto que não me surpreendeu de todo (bastava ter visto uns jogos do beira-mar no ano passado) e que realmente tem sido peça fundamental no novo Benfica.
Precisa o Benfica urgentemente de um “matador”, mais ainda que o tal de “10” que todos os anos se fala desde a saída de Rui Costa, porque Nuno Gomes não o é, nunca o foi, nem nunca o será….e Mantorras não nos dá ainda garantias de total recuperação.
Fala-se ainda em Wagner Love, mas acredito que existem mais hipóteses na lista de dispensas dos grandes europeus.

Miklos Féher
Estranho e muito a notícia que veio a público da acção judicial interposta pela família de Miklos contra o Benfica por uma dívida referente a férias não pagas pelo clube da Luz.
Estranho porque sempre vi a família de Miklos e o Benfica terem a melhor relação possível.
Estranho a direcção do Benfica por toda a reacção e acção que teve com a mesma família, após a morte de Miklos.
Tudo não passará de fait-fivers, assim quero crer…


Post I – Não poderia deixar de agradecer ao meu amigo travassos por ter dado vida a este blog durante este meu período estival. Agradeço também ao Zé do Boné, por ter colocado o dedo na ferida sobre o síndroma de travassos (assim o passarei a chamar).

Post II – Fora do contexto, que país louco é este, que num mês arde por todo o lado, que um “velhote” decide que afinal ainda tem estofo para mais cinco anos, que um ministro se cansa em quatro meses, e que o “menino guerreiro” ainda pede para esperarem por ele… Que Mundo é este, onde as bombas explodem por todos os lados, em que nas Lajes as casas abanam com os Caças americanos (eu sei do que falo), que Nino ganha, e que bom que é, o IRA desiste!

1 Comments:

Anonymous Ao Leo said...

A direcção do Benfica não tinha uma boa relação com os pais de Feher. A direcção do Benfica tem uma boa relação com os Media. Assim que as câmeras se afastaram, o comportamento mudou.

3:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Offsides da Organizacao
  • Apaf
  • Assoc. Treinadores
  • FPF
  • Sindicato dos Jogadores
  • Jogadores em Offside
  • Beto
  • Cristiano Ronaldo
  • Helder Postiga
  • Luis Figo
  • Ricardo Carvalho
  • Rui Costa
  • Simao Sabrosa
  • Clubes em Offside
  • Beira-Mar
  • Belenenses
  • Benfica
  • FC Porto
  • Moreirense
  • Nacional da Madeira
  • Penafiel
  • Rio Ave
  • Sp. Braga
  • Sporting
  • Vit. Guimaraes
  • Offsides da Escrita Nacional
  • A Bola
  • Bola Branca
  • Mais Futebol
  • O Jogo
  • Record
  • Relvado
  • Sport Tv
  • TSF desporto
  • Zero Zero
  • Offsides da Escrita Internacional
  • As
  • Bundesliga
  • Calcio
  • Calcio Mercato
  • Don Balon
  • El Mundo Deportivo
  • Football 365
  • Four the Game
  • Futbol Me
  • Give me Football
  • Goal.com
  • Guardian
  • Libre Directo
  • Liga Espanhola
  • Marca
  • Planet Futbol
  • Premier League
  • Servi Futbol
  • Soccer Base
  • Soccer Spain
  • Sport
  • Tifonet
  • Outros Offsides
  • Adufe
  • Afixe
  • Aviz
  • Blasfémias
  • Bomba Inteligente
  • Blogame mucho
  • Blogotinha
  • Causa foi Modificada
  • Contra a Corrente
  • Doce da Avozinha
  • Do Portugal Profundo
  • Gato Fedorento
  • Ideias Soltas
  • Janela para o Rio
  • Jaquizinhos
  • Mar Salgado
  • Memória Virtual
  • No quinto dos Impérios
  • O Período
  • O Vento lá fora
  • Semiramis
  • O Tronco da Teia
  • Weblog
  • Em Offside

    Powered by Blogger

    Estou no Blog.com.pt