terça-feira, julho 19, 2005

a música dos violinos

"quando manuel vasques e josé travassos foram contratados pelo sporting, em 1946, o futebol português não podia imaginar a dimensão do que estava para acontecer. os jovens futebolistas encaixaram-se depressa numa frente de ataque já composta por jesus correia, fernando peyroteo e albano e assim nasceu uma das mais geniais 'orquestras' de que há memória em portugal.

numa década em que os “leões” venceram cinco campeonatos (mais quatro segundos lugares e um terceiro), a vida futebolítisca nacional ficou marcada pela música eterna de uma linha avançada que, dezenas de anos volvidos, se conhece e cita de memória.

a versão final dos cinco violinos – houve outra, entre os anos 30 e 40, composta por mourão, soeiro, peyroteo, pireza e joão cruz – impulsionou o sporting para o domínio absoluto do futebol português. e as marcas foram tão extraordinárias que, apesar de terem jogador juntos apenas três anos, parece que o fizeram uma vida inteira. contra todas as previsões e resistindo à pressão de um clube inteiro, peyroteo abandonaria a modalidade no final da temporada 1948/49."

in record

a oitava maravilha do mundo

jesus correia, vasques, peyroteo, travassos e albano - os cinco violinos

domingo, julho 17, 2005

sabia que...

há dois anos bruno paixão roubou escandalosamente o sporting no bessa e colocou assim a instituição na pré-eliminatória da liga dos campeões.

prémio: arbitrou o jogo de apresentação apaf/liga–real madrid e encaixou o devido cachet.

este ano um árbitro nacional muito especial foi contemplado com o privilégio de arbitrar o jogo de apresentação apaf/liga–chelsea, e vai assim receber o devido cachet...

quem?

paulo paraty


post - esta rubrica "sabia que..." vai apresentar-se neste blogue sempre que assim for necessário para o melhor esclarecimento dos nossos leitores. o off-siders está aberto a sugestões e publica-las-á sempre que assim for descoberta a sua natureza pedagógica - assim, qualquer tipo de teorias conspiratórias, mentiras, invasões de privacidade ou cartas atentatórias ao bom nome dos visados serão impedidas de publicação.

sábado, julho 16, 2005

tomasson e os insultos de vieira a botto

tomasson

resisti a escrever aqui o que fosse sobre as "contratações" da instituição. não chegassem as histórias dos kit-sócios, bilhetes a 20 euros para ver a samsung cup, os 500 mil sócios, os 300 mil kites (na ag do clube o orçamento foi a contar com a venda de 200 mil...), ainda tinha de ser bombardeado com as histórias dos craques milionários com que o clube do bairro de benfica vai enchendo o coração apertado dos papalvos benfiquistas. já lá vai o dia do benfiquista - invenção ultrapassada de vale e azevedo que levou, em pleno agosto, à massa emigra ao alguidar da luz para comer choco frito, copo de três e pasteis de bacalhau enfiados pela goela abaixo dos filhos que arrastavam pela mão...

agora este avançado dinamarquês encheu o espírito da lampionagem... tomasson foi capa em vários desportivos que juraram já estar tudo assinado com a instituição - mas tó maçon fez o que qualquer jogador com três dedos de testa faria, apesar de a apaf e a liga manterem as nomeações... tó maçon juntou-se a robinho, kezhman, saviola, zenden, van der meyde e zalayeta (todos manchete e fotografia a toda a primeira página de "a bola").

- e liedson, ao invés, já foi vendido para sete clubes - 10 milhões vezes 7 dará...


insulto de vieira a manuel botto

"foi veiculada a notícia crua: as duas propostas em discussão tiveram aprovação unânime dos sócios presentes. esta era a substância factual incontornável. mas de uma assembleia geral onde luís filipe vieira acusou o sócio manuel botto de pôr questões por má fé. para em tom cada vez mais inflamado exortar o mesmo consócio a que não se abanasse. frisando que ele, vieira, também não se estivera a abanar enquanto botto falara (sendo do conhecimento geral que manuel botto padece de uma especificidade que lhe provoca continuadas tremuras e o obriga a mudanças frequentes de postura).

disto não teve o público relato. como também não foi feita qualquer referência à intervenção do presidente da mesa da assembleia geral que, por esta ocasião, interrompeu vieira o exortou a que, de facto, esclarecesse o sócio manuel botto nas duas perguntas que este de forma cordata pusera. nem se pôde ler linha escrita sobre o tom ainda mais enérgico com que vieira respondeu a tinoco faria, dizendo-lhe que já lhe tinha cortado o raciocínio e lembrando-o que ele, vieira, é que é o presidente.

em cabo verde, vieira terá descoberto a dimensão ecuménica do clube, falta-lhe encontrar o estilo para uma presidência que mereça essa grandeza."

in correio da manhã, by octávio ribeiro, subdirector do jornal

post - obrigado pai, por ser do sporting...

sexta-feira, julho 15, 2005

esclarecimento

sempre que me refiro ao clube de reinaldo teles e aos títulos comprados - incluindo a corrupção do pentacampeonato e os constantes arranjos, penaltis em alvalade sempre com a marca de kostadinov, paciência e companhia, golos de apanha-bolas na baliza do sporting, etc, etc - nunca subtraio o mérito da "famglia" nos triunfos da era josé mourinho.

há duas eras marcantes na "famiglia" - a.m. e d.m.

m - de mourinho

os últimos dois anos na "famiglia" do melhor tradutor do mundo - dispensado pelo sporting - foram atípicos: dois campeonatos (nem sequer penso que faça sentido o jogo com o estrela da amadora indiciado no "apito dourado"), taça de portugal, taça uefa, liga dos campeões (faltam ainda aqui umas supertaças e os particulares com o once caldas...).

aqui toda a honra a mourinho!

mas a porcaria esteve sempre lá - antes, durante e depois. mourinho disfarçou a queda do amigo do reinaldo teles - adiou-a... a corrupção está na génese da "famiglia" - conhecido pelo clube dos andrades, encontraram uma agremiação com o mesmo nome (football club porto) para poder datar o seu nascimento antes do seu grande rival - boavista...

post - basta ver o "leão da estrela" e perceber a grandeza de um e outro...


zé - estou aberto a difamações do género no sporting, se conseguires encontrar alguma. tirando o jorge gonçalves - que caiu da presidência pelos mesmos que o lá puseram - e um jogo no estoril em 1987 que o sousa cintra ofereceu umas máquinas fotográficas ao árbitro (o sporting empatou 2-2 com dois penaltis marcados por balakov) - não estou a ver motivos para não acusar os adeptos da "famiglia" e da instituição de pertencerem ao que de mais corrupto existe em portugal...

quinta-feira, julho 14, 2005

zé e as suas aflições

eu percebo que zé do boné seja acometido de inúmeras aflições. o calor nesta altura aperta e os adeptos da "famiglia" entram em pânico - o centro de estágio de gaia ainda mal explicado (manigâncias estranhas entre o cacique luís filipe menezes e o senhor do processo do "apito dourado"); dinheiros a rodos pouco definidos que afastam pai-presidente de filho-presidente; e histórias de calheiros e "quinhentinhos" desenhados no seu adn. e não são títulos de livros autobiográficos como "largos dias têm cem anos" que me levarão a acreditar nessa metira...

engana-se zé do boné se pensa que eu trocava os títulos ganhos pelas casas de alterne a ficar em branco... até parece que não me conheces... e já fiquei muitas vezes à frente dos dois clubes mais corruptos de portugal!

estar-se zé do boné a "marimbar" para os números falsos ou títulos comprados é uma coisa. mas o sporting é de outra "família" e assim não se apresenta na vida. e se o MAIOR fosse apenas uma pessoa ou duas também não renegaria a apoiá-lo.

este é o país cujo "big brother" fornece vários candidatos a autarquias - responde zé com um abanar de ombros

este é o país que apresenta os mais obscuros negócios entre autarquias e clubes, quase todos situados a norte do país (a alcunha de sicília portuguesa à região do norte assenta-lhe que nem uma luva) - responde zé com um encolher de ombros

este é o país que tem no top de audiências na televisão programas como os "batanetes", "malucos do riso" ou "morangos com açúcar" - responde zé com um tremer de ombros

este é o país cujo vencedor da superliga de futebol acabou de comprar um título - responde zé e o único país-africano-da-união europeia com um virar de ombros

porque, caro zé do boné, quem se "marimba" para as mentiras das datas de nascimento dos clubes ou as sucessivas aldrabices sobre o número de adeptos e a corrupção latente no futebol português, também se está nas tintas para o país - o princípio é o mesmo... porque os valores são iguais.

"é ao jogo que se vê a verdadeira natureza das pessoas" - porque o jogo é um complemento da vida, que se pauta pelas mesmas ideologias...

post - pouco me importa se "la famiglia" nasceu antes ou depois do sporting. importa-me quando nasceu; pouco me importa se a pobre instituição tem mais ou menos adeptos. importa-me a honestidade das coisas - com a verdade das palavras... ao jogo... e em tudo!

post II - nunca zé poderá andar de queixo erguido (reinaldo teles está na tua idiossincrasia)... nunca zé poderá dizer, como eu digo, mal desta miséria - deste desgraçado portugal!

"ó portugal, se fosses só três sílabas, de plástico, que era mais barato" - "meu remorso de todos nós", by alexandre o'neill

terça-feira, julho 12, 2005

Sempre os 6 milhões, sempre os 100 anos

Se há coisa de que não se pode acusar o Travassos é de falta de coerência. O caríssimo sportinguista continua, dias após dias, semana após semana, mês após mês, a dura batalha contra essa maldita estatística dos seis milhões de benfiquistas e, aproveitando o embalo, vai dando “bicadas” na data de nascimento do FCP.

Pois bem, caro amigo, estou a marimbar-me se são seis milhões ou 10 ou 30. E também pouco me importa se o Sporting nasceu primeiro do que FCP ou se aconteceu o contrário.

Podíamos ser só dois ou três e termos nascido há dois dias. Eu seria do Porto na mesma.

Porque tu - que te preocupas com os números, que te desunhas por afirmar o teu Sporting como maior e melhor - nunca sentirás o dom que é o tal “clube regional” ganhar, ser o primeiro, ficar à frente dos alegados seis milhões e do teu aristocrático SCP. É algo inatingível para ti, que te escudas na massa para afirmar a tua paixão por um clube. Ainda bem que o Porto não é o maior clube, chega-me que seja o melhor de vez em quando.

sexta-feira, julho 08, 2005

uma questão de adeptos

não é só em termos de ídolos e de história que a instituição perde para o MAIOR. a recente invenção do sócio-kit arranjado pelo presidente vieira para vigarizar os pobres associados do raquítico clube do bairro de benfica roça o ridículo. mas a mentira tem perna curta, a começar pelos seis milhões de adeptos...

"A história dos 6 milhões de benfiquistas existentes em Portugal, assumem-no agora os dirigentes do próprio clube num estudo que divulgaram, não passou, em boa verdade, de uma fantasia.

Há muito que se sabia que o mito dos 6 milhões de adeptos benfiquistas em Portugal era uma ficção. Ao longo das últimas décadas foram várias as sondagens e estudos de opinião que colocaram bem mais abaixo o volume de apoiantes do clube da Luz. Mas, à força de tanto ser repetida a efabulação dos 6 milhões, ela acabou por se tornar, para os mais crentes ou ingénuos, uma realidade (ainda que virtual). Quando não mesmo um dogma inquestionável.

Afinal, agora é o próprio Benfica a desmentir a invenção dos 6 milhões. Tendo, porventura, a noção de que certos exageros são insustentáveis a prazo e de que algumas ilusões, além de efémeras, acabam por se tornar contraproducentes. Assim sendo e de acordo com uma sondagem divulgada oficialmente, há poucas semanas, pela Direcção da Luz, mais de metade dos portugueses não simpatiza com o Benfica, pois os adeptos da águia em Portugal não chegam sequer aos 5 milhões. Ou seja, a história dos 6 milhões, assumem-no os dirigentes do próprio clube, não passou de uma quimera. Insistentemente propalada aos quatro ventos, interiorizada por muitos como verdade oficial, utilizada como último e definitivo argumento em momentos de crise ou infortúnio —mas, em qualquer circunstância, uma fantasia.

Os dados apresentados pelo Benfica indicam que o clube tem 4.752.354 adeptos em Portugal. Uma estimativa, reconheça- se, bem abaixo dos utópicos 6 milhões. E que se aproxima já da média de vários estudos e sondagens sobre esta matéria, que aponta para números à volta dos 4,4 milhões de simpatizantes para o Benfica, 3,3 milhões para o Sporting e 2,2 milhões para o FC Porto. Mas o estudo encomendado pelo Benfica, supõe-se que da empresa Aximage, não podendo confirmar, longe disso, os tais 6 milhões, dispara para outras alturas e direcções.

E descobre que há, no mundo, nada mais nada menos do que… 14 milhões de benfiquistas! Se, em Portugal, não chegam aos 5 milhões, essa penosa redução do contingente de adeptos é compensada com reforços prodigiosos fora de portas: quase 4 milhões de benfiquistas em Moçambique, perto de 3 milhões em Angola ou meio milhão só no Canadá. Sem esquecer os 153.584 benfiquistas encontrados na África do Sul, os 116.790 residentes na Indochina ou os 5699 que foram descobertos ao sol das Caraíbas. Tudo somado, e contando com os quase 100 mil seguidores da causa benfiquista em terras tão improváveis como a China ou a Austrália, dámais de 14 milhões.

Sem querer desmerecer da boa vontade do estudo, vale a pena atentar com mais vagar e atenção nalguns números. Em Moçambique, por exemplo, existirão 3.803.123 benfiquistas (e 123 porquê? de onde virá tamanha exactidão? a sondagem foi feita pelo telefone? em urna fechada? Mistérios…). Ora, isso significa que mais de 20 por cento de toda a população moçambicana é benfiquista. Uma falange de adeptos que deve fazer inveja ao Ferroviário de Nampula, ao Desportivo do Maputo ou ao Maxaquene, campeões moçambicanos que nem um terço desses adeptos podem apresentar como cartão-de-visita.

O mesmo se passa em Angola, onde o Petro de Luanda, o 1.º de Agosto, o Sporting de Cabinda ou, para não ir mais longe, o Benfica do Lubango se vêem impotentes perante a multidão de 2.784.202 (e 2? porquê 2?) adeptos de Karadas e do clube lisboeta.

Outra curiosidade: na China há mais torcedores do Benfica, 76.168 para ser preciso, do que nos Açores. Um montante que impressionará até clubes chineses de topo como o Xangai Xenhua, o Liaoning ou o Sichuan. E, sempre seguindo à letra o estudo do Benfica, os adeptos do clube na longínqua Indochina ultrapassam, para surpresa geral, os benfiquistas da portuguesaMadeira. Tão imprevisto como os mais de 116 mil adeptos do Benfica que é possível identificar entre os habitantes do Vietname, do Laos ou do Cambodja só a tendência para a aglomeração de benfiquistas em luxuosas zonas turísticas: são 5699 os adeptos espalhados pelos mares das Caraíbas e 81.559 os que se contaram dispersos pelas belas paisagens e montanhas do Tirol.

Mesmo não contabilizando a Islândia, uma falta imperdoável neste estudo, assim se chega aos tais 14 milhões. Que, com a contribuição da claque islandesa, omitida por lapso ou negligência, subiria certamente aos 15 milhões.

Tão curiosa e não menos megalómana do que este estudo à escala planetária é a campanha dos kits de novos sócios. Que Luís Filipe Vieira começou por exigir que chegassem ao meio milhão. Baixou, depois, a fasquia para 300 mil novos sócios. E, logo de seguida, para 300 mil sócios no total, ou seja, os novos sócios apenas têm de duplicar os já existentes, basta vender um pouco mais de 200 mil kits. Até Outubro.

Porque, assegurou o presidente do Benfica, «se isso não acontecer é porque os benfiquistas não concordam como meu projecto, significa que os sócios entenderam que aminha missão terminou. Enesse caso termina mesmo » em Outubro. A venda de kits, no entanto, parece longe de corresponder a tão gigantescas expectativas. Apesar de, por 55 euros, os kits darem direito a descontos imperdíveis, a presenciar dois dos 17 jogos do campeonato e a continuar a pagar quotas todos os meses. Veremos, dentro de seis meses ou um ano, a taxa de sobrevivência dos novos sócios-kit. Luís Filipe Vieira, por seu lado, parece já arrependido do que disse. E pondera seriamente a hipótese de não cumprir a promessa de sair em Outubro. Não é com tanta ligeireza que se abandona a liderança de uma instituição que tem 14 milhões de adeptos. E que, feitas bem as contas aos kits, não ficará muito aquém dos 300 mil associados."

in a bola, by josé antónio lima, colunista

sexta-feira, julho 01, 2005

parabéns ao campeão

o sporting faz hoje anos - 99. parabéns ao campeão!

parabéns à enorme família sportinguista que faz deste clube maior que o próprio país. sem inventar datas, adulterar aniversários ou criar centenários apócrifos, eis que se apresenta o MAIOR a perfazer um século de vida.

1 de julho de 1906 - "esforço, dedicação, devoção e glória, eis o sporting"

o sporting não é o melhor e o maior clube português por mero acaso. é-o por genética, tradição, valores e pela escrita que os seus ídolos deixaram, perpetuando-se pelo passar dos tempos.

fechando o círculo a três clubes - sporting, "la famiglia" e a instituição - aos de alvalade está escrito no seu ácido desoxirribonucleico (adn) o que em nenhum dos outros dois está ou pode estar: a verdade. é idiossincrásico – o sporting foi o único que nunca mentiu na sua data de nascimento. e quem mente na sua identidade, mente em tudo o resto, de menor valor.

“filho que pais amargura, jamais conte com ventura”

instituição – é como alguém dar como sua data de nascimento o dia de nascimento de um dos seus pais. o sport lisboa, nascido por iniciativa de jovens belenenses e casapianos em 28 de fevereiro de 1904, juntou-se a um clube de ciclismo, o sport benfica, criado a 26 de julho de 1906: já na altura, numa prolepse histórica, sentiam a falta de um estádio e de dinheiro. é então que, a 13 de setembro de 1908, nasce o sport lisboa e benfica. mas este, não agradado com a sua juventude precoce, prefeririu optar pela pressa adulta. assim, exultar o centenário em ano do 96º ano de vida…

“la famiglia” – foi buscar uns registos de 1893 que mostram por escrito um clube com o mesmo nome, “football club porto”, para poder datar a agremiação ainda do século XIX. fundado a 2 de agosto de 1906 por josé monteiro da costa (está escrito n’“o tripeiro” pela mão do jornalista manuel queiroz, em 1983), festejaram durante oito décadas esta data. até chegar ao clube pinto da costa. este decidiu, através de uma analogia homónima, recuar até 28 de setembro de 1983…

se este exemplo de como a mentira perdura mas vai tornando-se estéril com os anos – usando a máxima de goebbels de que uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade – é, por outro lado, chocante.

stromp quis, deus sonhou e a obra nasceu...

e no que aos ídolos diz respeito, as águas também se separam entre o sporting e os outros dois mentirosos.

o sporting conta com muitos ídolos, e espalhados pelas diversas modalidades. parabéns a todos os campeões da família leonina:

visconde de alvalade (o “pai”)
francisco stromp (fundador)
fernando peyroteo, josé travassos, manuel vasques, jesus correia, albano, héctor yazalde, manuel fernades, rui jordão, vítor damas, luís figo (futebol)
antónio livramento, ramalhete, garrido (hóquei)
carlos lopes, fernando mamede (atletismo)
alfredo trindade, joaquim agostinho (ciclismo)
carlos lisboa (basquetebol)
miguel maia (voleibol)
moniz pereira (treinador)

a primeira medalha de ouro de portugal nuns jogos olímpicos, o primeiro golo numa competição europeia de futebol, a fantástica equipa de hóquei que dominou a europa, o recorde europeu de mamede. fortaelcidos para entrar no ano do centenário...

e os para sempre proscritos:

“la famigila” – pinto da costa, pedroto e reinaldo teles

instituição – eusébio, eusébio, eusébio

ídolos sportinguistas. muitos. e sem pés de barro. sem bairrismos e limitações no pensamento. eis o sporting.

*tirado do post publicado a 20 de janeiro de 2005 (arquivo off-siders)

Offsides da Organizacao
  • Apaf
  • Assoc. Treinadores
  • FPF
  • Sindicato dos Jogadores
  • Jogadores em Offside
  • Beto
  • Cristiano Ronaldo
  • Helder Postiga
  • Luis Figo
  • Ricardo Carvalho
  • Rui Costa
  • Simao Sabrosa
  • Clubes em Offside
  • Beira-Mar
  • Belenenses
  • Benfica
  • FC Porto
  • Moreirense
  • Nacional da Madeira
  • Penafiel
  • Rio Ave
  • Sp. Braga
  • Sporting
  • Vit. Guimaraes
  • Offsides da Escrita Nacional
  • A Bola
  • Bola Branca
  • Mais Futebol
  • O Jogo
  • Record
  • Relvado
  • Sport Tv
  • TSF desporto
  • Zero Zero
  • Offsides da Escrita Internacional
  • As
  • Bundesliga
  • Calcio
  • Calcio Mercato
  • Don Balon
  • El Mundo Deportivo
  • Football 365
  • Four the Game
  • Futbol Me
  • Give me Football
  • Goal.com
  • Guardian
  • Libre Directo
  • Liga Espanhola
  • Marca
  • Planet Futbol
  • Premier League
  • Servi Futbol
  • Soccer Base
  • Soccer Spain
  • Sport
  • Tifonet
  • Outros Offsides
  • Adufe
  • Afixe
  • Aviz
  • Blasfémias
  • Bomba Inteligente
  • Blogame mucho
  • Blogotinha
  • Causa foi Modificada
  • Contra a Corrente
  • Doce da Avozinha
  • Do Portugal Profundo
  • Gato Fedorento
  • Ideias Soltas
  • Janela para o Rio
  • Jaquizinhos
  • Mar Salgado
  • Memória Virtual
  • No quinto dos Impérios
  • O Período
  • O Vento lá fora
  • Semiramis
  • O Tronco da Teia
  • Weblog
  • Em Offside

    Powered by Blogger

    Estou no Blog.com.pt