terça-feira, março 15, 2005

Chauvinismo Bacoco

Existe há muito tempo neste país, o que chamo de chauvinismo bacoco.
Quando existem jogos para as competições europeias, é ver todos os dirigentes, opinion makers, jornalistas desportivos, políticos e afins, virem desejar o máximo de sorte aos seus rivais nos jogos das competições europeias.
Dizem eles, que é para o bem de Portugal, para o bem do nosso futebol.
E pergunto eu, será que é assim tão bom?

Ora vejamos, o que o país ganhou ter um campeão europeu, um campeão mundial, vencedor da UEFA e afins, nestes dois últimos anos?
O que ganhou o país com o Benfica a chegar a Milan, no ano passado, e espetar três em San Siro, apesar da eliminação?
O que ganhou o país, com a carreira que o Sporting está a fazer, até ver, na Taça UEFA, este ano?
Rigorosamente nada!

Continuamos a ter um campeonato de trazer por casa, cheio de brasileiros à procura de bons ordenados, e como ponte de fuga do seu país cada vez mais raptado.Continuamos a ter um campeonato com equipas a lutar pelo ponto, e sem qualquer competitividade.
Continuamos a ter equipas sem pagar ao fisco, com contratações milionárias de jogadores medianos, com as suas Sad´s cada vez mais penhoradas.

Mais, com o Euro conseguimos ter óptimos estádios, para assistir a péssimos espectáculos (será que podemos os chamar assim?) de futebol, a preços aberrantes, e com assistências de fazer inveja às distritais espanholas.

O que mais me espanta neste chauvinismo bacoco, é ver pessoas que na semana anterior gozaram, guerrearam ou disputaram as vitórias das suas equipas sobre os rivais, e na semana seguinte (por vezes, no dia seguinte às vitórias) vêem apelar ao patriotismo para desejar felicidades nos jogos europeus.
A existir patriotismo, o mesmo só tem as cores da Selecção nacional.

Nunca fiz, não faço, nem nunca farei, mesmo que no futuro possua alguma importância para ser ouvido num qualquer órgão, deste chauvinismo bacoco.
Tanto me faz se ganham ou perdem, tanto me faz se são campeões ou não.

Sou do Benfica e só sou do Benfica.

Não consigo festejar um golo de uma qualquer outra equipa que não seja o Benfica em jogos europeus.
Os outros provavelmente festejam os golos dos rivais na Europa, da mesma forma que festejam os golos das equipas que a nível nacional, marcam aos seus rivais.
Incoerência!

Podem chamar-me o que quiserem, não é falta de patriotismo, é apenas, na minha modesta opinião, COERÊNCIA.

Post I – O Inter dá três ao Porto hoje, e na Quinta o Sporting dá três aos toscos e velhos do Boro.

Offsides da Organizacao
  • Apaf
  • Assoc. Treinadores
  • FPF
  • Sindicato dos Jogadores
  • Jogadores em Offside
  • Beto
  • Cristiano Ronaldo
  • Helder Postiga
  • Luis Figo
  • Ricardo Carvalho
  • Rui Costa
  • Simao Sabrosa
  • Clubes em Offside
  • Beira-Mar
  • Belenenses
  • Benfica
  • FC Porto
  • Moreirense
  • Nacional da Madeira
  • Penafiel
  • Rio Ave
  • Sp. Braga
  • Sporting
  • Vit. Guimaraes
  • Offsides da Escrita Nacional
  • A Bola
  • Bola Branca
  • Mais Futebol
  • O Jogo
  • Record
  • Relvado
  • Sport Tv
  • TSF desporto
  • Zero Zero
  • Offsides da Escrita Internacional
  • As
  • Bundesliga
  • Calcio
  • Calcio Mercato
  • Don Balon
  • El Mundo Deportivo
  • Football 365
  • Four the Game
  • Futbol Me
  • Give me Football
  • Goal.com
  • Guardian
  • Libre Directo
  • Liga Espanhola
  • Marca
  • Planet Futbol
  • Premier League
  • Servi Futbol
  • Soccer Base
  • Soccer Spain
  • Sport
  • Tifonet
  • Outros Offsides
  • Adufe
  • Afixe
  • Aviz
  • Blasfémias
  • Bomba Inteligente
  • Blogame mucho
  • Blogotinha
  • Causa foi Modificada
  • Contra a Corrente
  • Doce da Avozinha
  • Do Portugal Profundo
  • Gato Fedorento
  • Ideias Soltas
  • Janela para o Rio
  • Jaquizinhos
  • Mar Salgado
  • Memória Virtual
  • No quinto dos Impérios
  • O Período
  • O Vento lá fora
  • Semiramis
  • O Tronco da Teia
  • Weblog
  • Em Offside

    Powered by Blogger

    Estou no Blog.com.pt