sexta-feira, janeiro 07, 2005

o fantasma mário jardel

os benfiquistas nunca conseguirão fazer desaparecer os fantasmas criados pelos dois golos de super-mário, no empate 2-2 da luz que garantiu ao sporting continuar na liderança do campeonato no dobrar do ano de 2001. injusto para os sportinguistas, que jogaram mais e viram duarte gomes não assinalar um penalti sobre jardel logo aos cinco minutos de jogo (falta de argel) – mais tarde nesta partida, este juiz simpatizante da instituição, viria a marcar falta na área dos “leões” devido a uma bola na mão de beto… como diz o ditado, “não há onde o filho fique bem, como no colo da mãe” e o senhor da apaf (associação portuguesa de árbitros de futebol) deu uma vantagem de dois golos aos da casa.

a história fatídica da instituição conta-se em poucas palavras. o primeiro grande momento de dor dos benfiquistas reporta-se à primeira grande mentira do clube, saltando aqui pela falsificação da sua data de nascimento: a eleição de manuel vilarinho para a presidência. sem rumo definido, este senhor herdeiro dos cafés “chave de ouro” conseguiu bater vale e azevedo nas urnas por uma margem curta, mas devido a um grande trunfo – mário jardel. a promessa eleitoral de vilarinho em trazer um dos mais prolíficos marcadores de golos no planeta para a instituição garantiu-lhe o triunfo. à custa da mentira.

o segundo grande soco no estômago dos benfiquistas foi mário jardel jogar na luz… mas pelo sporting! para o dérbi no alguidar da instituição - jogo em que cunha leal, director-executivo da liga de clubes e ex-dirigente “encarnado”, conseguiu não castigar tiago depois de este ter agredido um adversário do estrela da amadora na jornada anterior – a festa natalícia deu lugar a uma dor imensa de pesar.

16 de dezembro de 2001

a ganhar com um golo de simão – com um penalti inexistente – e outro de zahovic, a vantagem de dois golos mostrava-se curta numa noite que se vestia de um frio invernal. e o terror vestia de verde-e-branco. ao contrário do texto de chalana – marcado por vários erros, principalmente de avaliação ao trabalho do árbitro… -, o primeiro golo de jardel foi marcado de penalti (sem motivo, mas compensatório). e foi premonitório. o cruzamento de tello fez aterrar a bola na mortífera cabeça de jardel – golo e o alguidar veio abaixo! o “punch line” seria o golo de joão pinto, mas o remate do grande artista levou a bola a passar a escassos centímetros do poste… este final de jogo foi de tal forma letal que levou vilarinho a afirmar no final que o segundo golo de jardel tinha sido precedido de falta sobre joão manuel pinto. mas não houve. e os benfiquistas saíram humilhados sob os cânticos sportinguistas de desejos de um bom natal.

e é por tudo isto que os lampiões não esquecem os dois golos de mário jardel. o fantasma de super-mário. o árbitro, esse, desde que inocêncio calabote (a sua biografia virá num próximo post) se foi embora deixou os benfiquistas mancos…

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

é melhor nem entrar na discussão dos lances polémicos, pois isso levar-nos-ia a uma discussão interminável e sem conclusão possível, ou melhor, com a conclusão de que cada um tem a sua.

Por isso é melhor abordar um ou dois aspectos particulares apenas, pois o tempo tb não dá para mais. Primeiro. Só um sportinguista pode falar em fantasma jardel ou golos de jardel. Para qualquer benfiquista Jardel é apenas sinónimo de um jogador que marcava muitos golos, alguns no seguimento de jogadas muito duvidosas, penaltis muito controversos (mas vamos saltar esta parte). E ponto final. Fantasma dos golos de Jardel????
É curioso aliás como existe esta adoração de Jardel pelos sportinguistas. Quando ele marcava golos atrás de golos no FC Porto, Jardel não era super. Era mais ou menos talvez......
Por último, é também curioso ficar a saber que os "lagartos" beneficiam de "penaltis compensatórios". De facto o Sporting beneficiou de alguns penaltis inexplicáveis, mas agora tudo está mais claro. Tratam-se de penaltis compensatórios. Obrigado pelo esclarecimento Travassos.

Cumprimentos Glorioso

9:48 da tarde  
Blogger Travassos said...

o que chateia no mundo benfiquista são os sofismas que rapidamente são transformados em dogmas - automaticamente passados a verdades incontestadas. no dérbi de 16 de dezembro de 2001 a equipa mais prejudicada foi, sem dúvida, o sporting. ficou um penalti por marcar logo aos 5 minutos quando argel carregou jardel na área; o penalti que deu origem ao primeiro golo da instituição não existiu: a bola vai à mão de beto, que nem sequer está a olhar para ela, tem a cara voltada - é bola na mão e não mão na bola... quando duarte gomes apitou para o penalti de jardel já sabia que tinha feito asneira nos dois lances anteriores (ambos na primeira parte) - ao intervalo algum passarinho foi soprar-lhe ao ouvido as asneiradas...

4:08 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Para quem escreve que, nos benfiquistas, os sofismas passam a dogmas e estes a certezas absolutas, o comentário ao meu comentário diz tudo. Haverá sofisma mais dogmático do que as certezas absolutas do caro travassos nas análises ao lance do "derby"??????

10:00 da tarde  
Blogger Travassos said...

refiro-me apenas aos factos. querer fechar os olhos ao penalti de argel sobre o jardel é uma coisa; querer fechar os olhos dos outros já é outra completamente diferente...

11:47 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

lol Só um parvo é q ñ vê q foi o penalty (jardel) mais rebuscado da história do futebol portugues.. sem mais comentários.. viva o nacional

7:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Offsides da Organizacao
  • Apaf
  • Assoc. Treinadores
  • FPF
  • Sindicato dos Jogadores
  • Jogadores em Offside
  • Beto
  • Cristiano Ronaldo
  • Helder Postiga
  • Luis Figo
  • Ricardo Carvalho
  • Rui Costa
  • Simao Sabrosa
  • Clubes em Offside
  • Beira-Mar
  • Belenenses
  • Benfica
  • FC Porto
  • Moreirense
  • Nacional da Madeira
  • Penafiel
  • Rio Ave
  • Sp. Braga
  • Sporting
  • Vit. Guimaraes
  • Offsides da Escrita Nacional
  • A Bola
  • Bola Branca
  • Mais Futebol
  • O Jogo
  • Record
  • Relvado
  • Sport Tv
  • TSF desporto
  • Zero Zero
  • Offsides da Escrita Internacional
  • As
  • Bundesliga
  • Calcio
  • Calcio Mercato
  • Don Balon
  • El Mundo Deportivo
  • Football 365
  • Four the Game
  • Futbol Me
  • Give me Football
  • Goal.com
  • Guardian
  • Libre Directo
  • Liga Espanhola
  • Marca
  • Planet Futbol
  • Premier League
  • Servi Futbol
  • Soccer Base
  • Soccer Spain
  • Sport
  • Tifonet
  • Outros Offsides
  • Adufe
  • Afixe
  • Aviz
  • Blasfémias
  • Bomba Inteligente
  • Blogame mucho
  • Blogotinha
  • Causa foi Modificada
  • Contra a Corrente
  • Doce da Avozinha
  • Do Portugal Profundo
  • Gato Fedorento
  • Ideias Soltas
  • Janela para o Rio
  • Jaquizinhos
  • Mar Salgado
  • Memória Virtual
  • No quinto dos Impérios
  • O Período
  • O Vento lá fora
  • Semiramis
  • O Tronco da Teia
  • Weblog
  • Em Offside

    Powered by Blogger

    Estou no Blog.com.pt