terça-feira, janeiro 18, 2005

1ª Volta

Existem alguns comentaristas que afirmam que este campeonato está mais competitivo do que de anos anteriores.
Não acho! E não acho, pela simples razão de que o futebol praticado continua a ser de fraca qualidade, continua as equipas a jogar para o 0-0 ou pelo pontozinho.
E se olharmos para os números reparamos que tudo está na mesma, apenas se alterou a quantidade de pontos amealhado pelos três grandes, ou seja, só como exemplo Porto perdeu 14 pontos em relação ao ano passado, Benfica 9.
Em relação a esta primeira volta, a análise que faço é a seguinte:
Porto – Acaba a primeira volta em primeiro a jogar mal, muito mal, sem qualquer definição estratégica, a viver sobre o fantasma Mourinho.
Apenas esteve bem em três ou quatro momentos chave, como foi o caso, da vitória na Luz e com o Sporting, a grande vitória na Intercontinental e o jogo com um Chelsea de segunda. Saída de muitos jogadores, entre eles, aqueles que Del Neri queria mandar embora, a mostrar alguma desorientação, até porque para os lados de Leixões anda um contentor carregado de jogadores para o Porto. Para agravar a situação vê-se privado da presença do seu Presidente no banco pelos motivos que todos sabemos.
Sporting – Começou muito mal, apesar de se queixar das arbitragens, à quinta ou sexta jornada, já havia adeptos com lenços brancos para Peseiro e a chamavam Dias da Cunha, filho de mulher da vida.
Recuperou e bem, jogou mais no derby lisboeta, mas na hora de mostrar estofo de campeão, perdeu na Madeira, num jogo onde foi claro, o deficit que possuem quando não têm Rochemback, e alteram a laterais da defesa. Falta a Peseiro perceber que Beto é um flop.
Benfica – Foi dos três grandes o que melhor começou, e há quinta jornada, tinha uma diferença considerável em relação aos outros. Perdeu na Luz com o Porto com a célere bola que entrou e não entrou. Viveu momentos conturbados após esse jogo, bem como uma onda de lesões inexplicáveis. Perdeu pontos incríveis, em Leiria, em casa com Rio Ave, e em Alvalade, por falta de ambição. Ganhou e bem ao Boavista, aquando do regresso da equipa base, com a cereja chamada Mantorras. Veremos…
Braga – Bom campeonato, mas a falhar em momentos cruciais, como foi este fim-de-semana. Empate com os três grandes. Alguns jogadores em destaque, a começar a sofrer a cobiça dos grandes.
Boavista – É o Boavista de Pacheco. Porrada de meia-noite, vitórias por um zero, penalties discutíveis. Muita força e garra, pouco futebol. Prova disso, dez golos sofridos na segunda circular.
Marítimo – Mudança de treinador no início da época a resultar, com boas vitórias e a prática de um futebol bonito. Ganhou em Alvalade e empatou em casa com Porto e Benfica. Tem uma das revelações do campeonato chamado Manduca.
Rio Ave – É provavelmente a equipa que melhor pratica futebol neste momento, apesar de ser o rei dos empates. Talhada para ser treinada por Carlos Brito, com um orçamento reduzido vai fazendo sensação, empatando na Luz (estava a perder 3-1), empatando no Dragão (estava a ganhar) e empatou em casa com Sporting. Regresso de um grande jogador, Ricardo Nascimento. Ser
á que este ano, se lembram de pagar para ir à UEFA?
Setúbal – Foi uma das primeiras revelações, a praticar um bom futebol. Foi à Luz de peito feito, perdeu por quatro e nunca mais se encontrou. Em casa, ganhou ao Sporting e perdeu com o Porto.
Leiria – Vai andando, com muitos empates, ganhou em casa ao Benfica, empatou no Dragão e em Alvalade. Pagou o desgaste da Inter-Toto.
Guimarães – Com a equipa que possui está bem abaixo na tabela. Perdeu em casa com Benfica, Sporting e Porto.
Nacional – Não está de todo a fazer o campeonato do ano passado, apesar de continuar a ser o clube do “Brasileirão”. Deixou de ter o seu timoneiro depois da vitória com o Sporting. E agora?
Belenenses – Prometeu muito, goleou o Benfica em casa, perdeu no Dragão e em Alvalade. Mas apenas prometeu…
Penafiel – Candidato à descida, melhorou com Luís Castro mas continua muito fraco.
Gil Vicente – Vive momentos difíceis.
Estoril – Outro dos candidatos à descida, fica apenas na retina o empate no Dragão.
Moreirense – Mau, muito mau…
Beira-Mar – Mau, muito mau…
Académica – Com Nelo Vingada, pode e tem de melhorar muito, mas vai ser difícil.

Offsides da Organizacao
  • Apaf
  • Assoc. Treinadores
  • FPF
  • Sindicato dos Jogadores
  • Jogadores em Offside
  • Beto
  • Cristiano Ronaldo
  • Helder Postiga
  • Luis Figo
  • Ricardo Carvalho
  • Rui Costa
  • Simao Sabrosa
  • Clubes em Offside
  • Beira-Mar
  • Belenenses
  • Benfica
  • FC Porto
  • Moreirense
  • Nacional da Madeira
  • Penafiel
  • Rio Ave
  • Sp. Braga
  • Sporting
  • Vit. Guimaraes
  • Offsides da Escrita Nacional
  • A Bola
  • Bola Branca
  • Mais Futebol
  • O Jogo
  • Record
  • Relvado
  • Sport Tv
  • TSF desporto
  • Zero Zero
  • Offsides da Escrita Internacional
  • As
  • Bundesliga
  • Calcio
  • Calcio Mercato
  • Don Balon
  • El Mundo Deportivo
  • Football 365
  • Four the Game
  • Futbol Me
  • Give me Football
  • Goal.com
  • Guardian
  • Libre Directo
  • Liga Espanhola
  • Marca
  • Planet Futbol
  • Premier League
  • Servi Futbol
  • Soccer Base
  • Soccer Spain
  • Sport
  • Tifonet
  • Outros Offsides
  • Adufe
  • Afixe
  • Aviz
  • Blasfémias
  • Bomba Inteligente
  • Blogame mucho
  • Blogotinha
  • Causa foi Modificada
  • Contra a Corrente
  • Doce da Avozinha
  • Do Portugal Profundo
  • Gato Fedorento
  • Ideias Soltas
  • Janela para o Rio
  • Jaquizinhos
  • Mar Salgado
  • Memória Virtual
  • No quinto dos Impérios
  • O Período
  • O Vento lá fora
  • Semiramis
  • O Tronco da Teia
  • Weblog
  • Em Offside

    Powered by Blogger

    Estou no Blog.com.pt